Pesquisar este blog

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

COMUNIDADE PEABIRUENSE HOMENAGEIA O BISPO ETORE DOTTI

Após ser ordenado bispo na cidade Serrinha, Estado da Bahia, o Padre Etore Dotti realizou sua primeira missa como bispo em Peabiru.

O Dom Ettore Dotti foi ordenado bispo no último dia 22 de julho e foi designado para a Diocese de Naviraí, Estado do Mato Grosso do Sul.

Na missa realizada ontem, dia 02/08, a comunidade peabiruense homenageou o padre, o qual por muitos anos esteve prestando seus valorosos serviços a população de nossa cidade.

Ettore foi um dos responsáveis pelo grande avanço no campo social de nosso município, sendo um dos mentores do Projeto Criança São José, onde várias crianças carentes de nossa cidade são apadrinhadas por voluntários italianos. Tais padrinhos auxiliam tais crianças de forma contínua, minimizando suas carências sociais, ele chegou em nossa cidade no ano de 1999 em 2002 ele foi transferido e retornou em 2006 e novamente em janeiro 2010 e foi novamente transferido agora para Serrinha Bahia onde se ordenou Bispo.

.

Junto com o Padre Massimo Crotta, o Padre Etore Dotti esteve por muito tempo à frente da coordenação do Instituo São José, em suas extensões como o Lar Carlinhos, própria Escola São José e Seminário.

Saiba mais sobre a Ordenação e a Posse do nosso querido amigo Ettori Dotti.

Saiba mais sobre a Ordenação e a Posse do nosso querido amigo Ettori Dotti.

Ordenado dom Ettore Dotti, bispo da diocese de Naviraí

A missa de ordenação episcopal de dom Ettore Dotti, aconteceu na sexta-feira, 22, às 18h. Foi presidida pelo bispo da diocese de Serrinha (BA), dom Ottorino Assolari.

Dom Ettore Dotti foi nomeado pelo papa Bento XVI, bispo da recém criada diocese de Naviraí (MS), no dia 1º de julho de 2011.

A ordenação contou com a presença de 12 bispos da Bahia, Sergipe, Paraná e Mato Grosso do Sul. Estiveram presentes também, o bispo auxiliar da arquidiocese de Newark, Nova Jersei, nos Estados Unidos, e natural da cidade de Nova Fátima na diocese de Serrinha, dom Edgar da Cunha; cerca de 40 padres de diversas regiões da Bahia e do Brasil e familiares e amigos italianos.

Após os ritos de ordenação o bispo de Serrinha, dom Ottorino enfatizou a importância do ministério episcopal para a Igreja e o seu múnus, Governar, Ensinar e Santificar. Em seguida, houve a confirmação do monsenhor Ettore Dotti; ocorreu a prece litânica em que a Igreja peregrina na terra se une à Igreja Celeste. O ritual seguiu com a imposição das mãos e a prece de ordenação, a unção da cabeça e entrega dos evangelhos e das insígnias.

Por fim, dom Ettore Dotti expressou sua gratidão e os desafios que espera na nova missão. “Para mim é um novo recomeço onde me entrego nas mãos de Deus com a minha pequenez diante do tamanho do desafio proposto” disse.

Dom Ottorino Assolari agradeceu por dom Ettore ter sido padre do clero da sua diocese, por ser da mesma congregação e por ter sido seu noviço no seminário, laços que se transformaram em uma sólida amizade.

Foi a primeira cerimônia de ordenação de um bispo na diocese de Serrinha que tem apenas seis anos de criação.

Posse de Dom Ettore Dotti

Imprimir
Milhares de fiéis de toda a região e membros da igreja católica se reuniram ontem na Praça Euclides Fabris para celebrar a cerimônia de instalação da Diocese de Naviraí e a posse de seu primeiro bispo. A celebração contou com a participação do núncio apostólico Dom Lorenzo Baldisseri, representante do Vaticano, que deu posse ao bispo Dom Ettore Dotti.
Baldisseri exerce a função de embaixador do Vaticano no Brasil e é o representante diplomático do Estado independente e espiritual da Igreja católica no País. É ele quem leva ao papa os nomes cotados para assumirem o papel de bispo, depois de consultas ao clero e a comunidade cristã. Foi o núncio apostólico que presidiu a celebração e deu posse à Dom Ettori. “O céu abre os braços e o receberá com carinho. Este é o caminho para descobrir a sua missão como bom pastor diante de cristo. Uma nova missão para realizar a sua vida pastoral, para abraçar as alegrias e as dificuldades encontradas como prova da missão que lhe foi confiada”, disse Baldisseri durante a cerimônia.
A celebração foi acompanhada por diversas autoridades civis, como o governador André Puccinelli e o prefeito de Naviraí, Zelmo de Brida. Outros membros da igreja também estavam presentes, além do núncio apostólico, participaram bispos das sete Dioceses de Mato Grosso do Sul e de outros Estados Brasileiros. Entre eles, Dom Ottorino Assolari, bispo de Serrinha, na Bahia, onde estava Dom Ettore.
“Naviraí recebe um belo presente, ele é uma pessoa carinhosa, não é de difícil relacionamento, uma pessoa simples, cheia de bondade e cativante. É um bom pastor, que trabalha incansavelmente e deixará saudades”, disse Dom Assolari.
Ettore foi ordenado padre na Itália, onde nasceu, e logo veio ao Brasil, país em que exerceu todo seu trabalho enquanto padre. “Sei que Naviraí é uma cidade nova, porém muito promissora, que é muito católica e que deixa todos os que chegam à vontade. Até agora só ouvi coisas boas e é a partir de agora é que vou conhecer tudo aos poucos, os padres, as paróquias e a comunidade”, disse o novo bispo.
Para Dom Dimas de Lara, arcebispo de Campo Grande e membro da comissão de comunicação da CNBB (Confederação Nacional dos Bispos do Brasil), a criação de uma nova diocese pode estreitar as relações. “Há um aumento substantivo na comunicação que pode se dar de forma mais eficiente do que antes e o bispo tem mais chance de estar próximo de seu povo”, afirmou.
O estreitamento dos laços também é um fator destacado pelo bispo Dom Antonino Migliore, presidente da regional Oeste 1 de Mato Grosso do Sul. “Dourados tinha se tornado a maior diocese do Estado, em extensão territorial e em número de habitantes, agora ficará melhor com mais bispos para coordenar as várias pastorais”, disse o presidente.
A Diocese de Naviraí vai incorporar 19 cidades da região sul do Estado. Em clima de despedida, Dom Redovino Rizzardo, disse que mesmo não sendo mais bispo da cidade, estará sempre presente. “Naviraí foi a primeira cidade que conheci depois que cheguei a Dourados, há 10 anos. Meu coração estará sempre presente aqui, estamos na mesma caminhada”, disse o bispo da diocese de Dourados.
Fabiane Dorta (Diário MS)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu recado.

Envie para o nosso e-mail

LOCALIZAÇÃO DE PEABIRU

E-MAIL PARA CONTATOS.

peabirunorumocerto@hotmail.com

Praça Central

Praça Central

Hino a Peabiru.

Peabiru, Peabiru, Terra amada varonil Peabiru, oh! Minha terra Pedacinho do Brasil. O amor aqui impera E o trabalho nos Conduz A um pedestal de gloria Por um caminho de luz. Liberdade no horizonte No céu um formoso azul Terras férteis. Rios, fontes És uma estrela do sul Peabiru, Peabiru, Terra amada varonil Peabiru oh! Minha terra Pedacinho do Brasil. Teu nome emoção encerra És caminho do sertão És meu berço, minha terra És a minha inspiração. Laboriosa e hospitaleira Destemida e varonil É a gente desta terra Também filhos do Brasil. Peabiru, Peabiru.....