Pesquisar este blog

terça-feira, 29 de setembro de 2009

TCU recomenda paralisação da Boiadeira

Relatório aprovado nesta terça-feira (29) pelo Tribunal de Contas da União (TCU) recomenda a paralisação de 41 obras federais que apresentam indícios de irregularidades graves. Dessas, 13 são do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Foram fiscalizados 219 empreendimentos federais em 2009, que totalizam investimentos de R$ 35,4 bilhões. O TCU analisou 99 obras do PAC, de um total de 2.446 que fazem parte do programa. As que receberam recomendação de paralisação representam 0,5% das obras do PAC. No Paraná, o órgão recomendou a paralisação de três obras, sendo uma do PAC. O relatório apontou indícios de "irregularidades graves" no processo licitatório da construção e pavimentação de 21 quilômetros da BR-487, entre Porto Camargo e Campo Mourão. O Contorno Rodoviário de Foz do Iguaçu, nas rodovias BR-277 e PR-469, também foi citado no relatório do Tribunal. As irregularidades apontadas foram: ausência de planilha orçamentária de quantitativos e preços unitários referentes ao projeto básico e/ou executivo, sub-rogação/subcontratação irregular de contrato e sobrepreço. A única obra do PAC do Estado que apareceu no relatório do TCU foi a Refinaria Presidente Getúlio Vargas, localizada no município de Araucária. As obras de modernização e adequação da produção apresentaram uma série de irregularidades, segundo o órgão. Projeto básico deficiente ou desatualizado, sobrepreço, restrição à competitividade da licitação estão na lista dos indícios encontrados. De acordo com o relator do processo de fiscalização das obras, ministro Aroldo Cedraz, do total de obras fiscalizadas pelo TCU, houve queda do porcentual que apresentou indício de irregularidade grave com recomendação de paralisação ou retenção parcial de valores. “Em 2008, 39% das obras apresentavam esses problemas, número que caiu para 29% em 2009”, ressaltou o ministro. Em 2008, 48 obras receberam recomendação de paralisação, o que corresponde a 31% dos 153 empreendimentos fiscalizados naquele ano. Em 2009, 22 obras apresentaram indícios de irregularidade grave com retenção parcial de valores. Isso corresponde a 10% do total fiscalizado, índice levemente superior ao de 2008 (12 obras, ou 8% do total). Os principais indícios de irregularidade grave foram sobrepreço e superfaturamento, com 60 casos; seguido de deficiência ou desatualização do projeto básico (30); orçamento incompleto ou inadequado (220); restrição à competitividade da licitação (21); ausência de parcelamento do objeto (20); e critério de medição inadequado (17). O relatório elaborado pelo TCU serve para informar o Congresso Nacional sobre a situação das obras fiscalizadas e aponta os casos em que há irregularidades graves. www.portalradiorural.com.br/noticias//not.php?id=9715

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Paraná vai lançar concurso para as polícias Civil e Militar em dez dias - 28/09/2009

O governador Roberto Requião anunciou, na reunião Mãos Limpas desta segunda-feira (28), que dentro de dez dias assinará o edital de abertura de concurso para contratação de 2 mil policiais. “Fixamos um prazo para termos pronto o edital. Vamos contratar bombeiros, policiais civis e militares”, afirmou o governador. Desde 2003, o governo já contratou mais de 6.300 profissionais para a segurança pública. Para o secretário da Segurança Pública, Luiz Fernando Delazari, as contratações renovarão os quadros das Polícias Militar e Civil. “Vamos contratar 500 policiais civis, 400 bombeiros militares e 1.100 policiais militares, que serão distribuídos pelos batalhões e pelas subdivisões, para completar o efetivo da polícia. Um trabalho de oxigenação e renovação que vem ocorrendo desde o inicio deste governo”, explicou Delazari. Além da reestruturação das polícias, com a compra de modernos equipamentos, o Governo do Paraná investe em recursos humanos. Depois de vários anos, o governo retomou a realização de concursos públicos para as polícias. Neste período, as escolas da Polícia Civil e Militar receberam mais de 80,3 mil alunos – é como se cada um dos mais de 20 mil policiais passassem quatro vezes por cursos de reciclagem, aperfeiçoamento e formação pela Academia Policial Militar do Guatupê e na Escola Superior de Polícia Civil. GEOPROCESSAMENTO – O governador também comentou os dados de homicídios divulgados pela Secretaria da Segurança, na sexta-feira (25). “Analisamos com muita satisfação os dados de redução dos homicídios nas principais cidades do Paraná”, afirmou o governador. A divulgação dos índices da criminalidade do primeiro semestre de 2009 mostra que os percentuais de homicídios, em relação ao ano passado, caíram em vários municípios, significativamente em Foz do Iguaçu, Ponta Grossa e Londrina. De acordo com o secretário Delazari, isso se deve ao trabalho intenso da polícia em todo estado. “As estatísticas servem como instrumento trabalho. Como balizador das ações policiais. O resultado, em relação aos homicídios, é muito significativo. Foz do Iguaçu é exemplo para o Brasil. Desde que iniciamos o trabalho intenso na cidade, os números reduziram a índices espetaculares”, explicou. De acordo com números da Coordenadoria de Análise e Planejamento Estratégico (Cape) da Secretaria da Segurança, O número de assassinatos caiu 35% em Londrina, 14% em Foz do Iguaçu e quase 20% na região de Ponta Grossa, no primeiro semestre deste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado. Em Curitiba, o número de homicídios é considerado estável já que nos primeiros seis meses foram registrados oito assassinatos a mais que no ano passado.

Audiência Pública

Nesta Segunda Feira (28/09/09) o Prefeito João Carlos Klein apresentou a população e Vereadores à Audiência Pública Avaliação do Cumprimento de Metas Fiscais 2° Quadrimestre de 2009 Maio a Agosto onde mostrou dados da realidade do município onde a receita esta menor que as despesas e como o município esta trabalhando para reverter na esperança que o Governo Federal faça o repasse que o município tem direito, ainda citou obras concluídas e obras sendo realizadas e outros investimentos.

domingo, 27 de setembro de 2009

Morre orientadora educacional da Escola da Vila Urupês

(26/09 – 16h41) Morreu na Central Hospitalar na tarde deste sábado, a professora Eliane Alves da Silva, 43, orientadora da Escola Municipal Urupês de Campo Mourão. Ela estava internada há 15 dias na UTI devido a problemas de saúde. Eliane era casada com o popular “Gordo” técnico de futsal da escolinha da Vila Urupês. O corpo está sendo velado no Prever de onde sairá neste domingo às 16 horas para ser sepultado no cemitério de Peabiru. www.colunadoely.com.br

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Prefeituras da região vão fechar em protesto

(22/09 – 16h53) Várias prefeituras da região de Campo Mourão deverão paralisar suas atividades nesta quarta-feira, dia 23. O protesto foi aprovado por unanimidade em assembléia geral ordinária da Associação dos Municípios do Paraná – AMP/PR e referendada pelo plenário da COMCAM – Comunidade dos Municípios da Região de Campo Mourão. O protesto se deve a queda no repasse de recursos por parte dos governos federal e estadual, em especial, o Fundo de Participação dos Municípios – FPM que resulta em diminuição das receitas. Também nesta quarta, acontece a Marcha Nacional dos Prefeitos à Brasília. www.colunadoely.com.br

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

VAMOS SORRIR UM POUCO.

FESTA NA PLACA UNIÃO EM PEABIRU.

Será neste domingo (27/09) uma das mais tradicionais festas que acontece em Peabiru, A festa da Placa União começará as 8:30 hrs com tradicional torneio de futebol suíço e o logo após, inicio dos festejos. As 12 hr – Almoço com churrasco, Bebidas, Doces e salgados.

O Torneio de Futebol Suíço as inscrições são feitas com Fabio pelo (44) 9958 8997, valor R$ 100.00 por equipe.

Premiação: 1° Lugar – R$ 500,00.

2° Lugar – R$ 300,00.

3° Lugar – R$ 200,00.

4° Lugar - R$ 100,00.

Todas colocações Ganham Medalhas.

Animação Som Eletrônico.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Começa treinamento dos agentes de desenvolvimento do Banco Social

As aulas de aperfeiçoamento dos agentes do Programa Estadual de Microcrédito – Banco Social começaram nesta segunda-feira (14). Durante a semana, técnicos das Secretarias do Trabalho e do Planejamento, em conjunto com a equipe da Agência de Fomento, treinam 123 funcionários, que atuarão em suas cidades a partir do dia 29. A maioria já exercia a função de agente de crédito e participa da reciclagem para conhecer as novas diretrizes do programa, que agora atenderá novos setores da economia em todo o Paraná. Foto:SETP

As aulas de aperfeiçoamento dos agentes do Programa Estadual de Microcrédito – Banco Social começaram nesta segunda-feira (14). Durante a semana, técnicos das Secretarias do Trabalho e do Planejamento, em conjunto com a equipe da Agência de Fomento, treinam 123 funcionários, que atuarão em suas cidades a partir do dia 29. A maioria já exercia a função de agente de crédito e participa da reciclagem para conhecer as novas diretrizes do programa, que agora atenderá novos setores da economia em todo o Paraná. “Os agentes de crédito, que depois do curso serão chamados de agentes de desenvolvimento, são a ponta mais importante do Banco Social. São eles que se relacionam com o público, ouvem os problemas, discutem soluções, buscam alternativas”, explica o diretor-geral da secretaria do Trabalho, Emprego e Promoção Social, Fernando Peppes. Com empréstimos de até R$ 25 mil e juros de 0,95% ao mês, o Banco Social vai impulsionar atividades industriais, agrícolas e nos setores de comércio e serviços. A missão dos funcionários é garantir que os recursos gerem emprego, renda e desenvolvam municípios e regiões respeitando as potencialidades econômicas locais. Para isso, todos recebem treinamento em análise de projetos e acompanhamento dos empreendedores parceiros. Para a diretora de operações da Agência de Fomento do Paraná, Cristina Batistuti Stephanes, o trabalho dos agentes é o grande responsável pelo sucesso do programa, que entra agora em fase de expansão. “Temos taxa de inadimplência inferior a 1,80%. É um índice muito baixo e resultado da preocupação que temos em financiar projetos verdadeiramente positivos, com potencial transformador.” Cristina reforça que não existe pressão política. “Há grande responsabilidade com o dinheiro emprestado e controle rigoroso, feito por meio dos conselhos de crédito. Por determinação do governador Roberto Requião, existe imensa preocupação com a transparência.” COMITÊS – Grande parte das 123 cidades que recebem o programa ainda neste mês já estruturou os comitês municipais responsáveis pela homologação das propostas e também pela qualidade dos empréstimos concedidos. Nesta nova fase, os comitês são quadripartites, formados por representantes do poder público, empregadores, trabalhadores e da sociedade civil organizada, através dos conselhos do Fome Zero e de Assistência Social. Podem solicitar os empréstimos, pessoas físicas e jurídicas que queiram iniciar ou aumentar um empreendimento. Serão três linhas de financiamento e carência máxima de três meses para a obtenção dos recursos. Quem está começando e precisa de capital de giro ou adquirir máquinas e equipamentos terá crédito entre R$ 300,00 e R$ 2 mil. Empresas com até seis meses de atividade podem emprestar até R$ 5 mil e aquelas formalizadas conseguem até R$ 10 mil. Associações e cooperativas terão empréstimos de até R$ 25 mil para ampliar os negócios. CIDADES – No primeiro dia de curso, participaram os funcionários que vão atuar nas Agências do Trabalhador de Apucarana, Arapongas, Santa Terezinha do Itaipu, São Miguel do Iguaçu, Mercedes, Cambé, Lupionópolis, Francisco Alves, Rio Bom, Sabáudia, Guaíra, Ivaté, Alto Paraiso, Ibiporã, São Jorge do Patrocínio, Perobal, Pérola, Guaraci, Tapira, Mariluz e Sengês. Na terça-feira (15), outros 25 municípios terão os agentes de desenvolvimento treinados. Além das cinco turmas de aperfeiçoamento, em outubro e novembro serão realizados cursos de formação e 70 novos agentes vão participar. Ao todo, 193 cidades do Paraná disponibilizarão os empréstimos do Banco Social até o final do ano

Seleção para validar diplomas da Vizivali será em novembro - 15/09/2009 13:37:42

O governador Roberto Requião e os professores. Foto Julio Covello-AENotícias Curitiba, 15-09-09 - O processo seletivo para o curso que validará os diplomas dos professores formados em Normal superior, pelo Instituto Educacional e Sistema de Ensino (Iesde) e a Faculdade Vizinhança Vale do Iguaçu (Vizivali), será no dia 22 de novembro. A professora Eunice fala em nome dos professores beneficiados. O processo seletivo para o curso que validará os diplomas dos professores formados em Normal superior, pelo Instituto Educacional e Sistema de Ensino (Iesde) e a Faculdade Vizinhança Vale do Iguaçu (Vizivali), será no dia 22 de novembro. O anúncio foi feito pelo secretário-chefe de gabinete, Carlos Moreira, durante a Escola de Governo desta terça-feira (15), no auditório do Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba.

A medida poderá beneficiar os 35 mil estudantes do curso Normal superior, que não é reconhecido pelo Ministério de Educação (MEC). Para validar o diploma e passar a ser reconhecidos como pedagogos, os professores deverão participar de 310 horas de aula, à distância, em curso complementar, pelo Instituto Federal do Paraná (IFP). “Esta é a solução mais consistente, já que os professores serão reconhecidos por uma instituição de alto padrão”, avaliou o governador Roberto Requião. A Secretaria da Educação poderá contribuir, cedendo espaço nas salas de aula da rede estadual, onde o equipamento necessário à formação à distância está disponível. Para inscrever-se no curso, o professor deve comprovar que tem o ensino médio completo, que atua na educação básica da rede estadual ou municipal ou que completou o curso Normal superior. A medida obteve o reconhecimento de professores e da União dos Dirigentes Municipais de Educação no Paraná. REFERÊNCIA – O IFP é referência nacional em formação à distância, com reconhecimento do MEC. Atualmente, são 240 telessalas, com transmissão das aulas via satélite. “Esta é mais uma oportunidade que surge para solucionarmos o problema”, disse o reitor da IFP, Alípio Santos Leal Neto. A experiência de complementar o currículo e validar os estudos realizados em outras instituições de ensino superior já havia sido realizada pela Universidade Federal do Paraná, durante a gestão de Carlos Moreira na reitoria. As vagas ociosas permitiram que estudantes de outras instituições tivessem a oportunidade de complementar seus estudos e obter o diploma da UFPR.

Comcam: Prefeitos definiram medidas de

Economia e cancelamento da Comcam Fest Quinze prefeitos, além de vice-prefeitos e técnicos financeiros estiveram reunidos na sede da Comcam – Comunidade dos Municípios da Região de Campo Mourão, na tarde desta segunda-feira, 14, quando discutiram ações a serem tomadas pelos municípios, como defesa à queda da arrecadação, que vem comprometendo as ações das administrações municipais em função da redução dos repasses do FPM (Fundo de Participação dos Municípios). Os prefeitos definiram uma ampla campanha de divulgação do problema, bem como a elaboração de um material contendo as perdas de todos os municípios a ser distribuído em toda a região; economias diversas a serem tomadas nos municípios e o cancelamento da 2ª Comcam Fest, que deveria acontecer no início de outubro em Campo Mourão, visando divulgar pratos típicos e arrecadar recursos para as APAE´s de toda a região. Também ficou definido que todos os prefeitos deverão participar de uma mobilização a ser realizada nos próximos dias 22 e 23 em Brasília. O presidente da Comcam, Nelson Tureck (prefeito de Campo Mourão), falou da gravidade do problema que afeta principalmente os pequenos municípios. Ele frisou que os prefeitos devem estar unidos e que é fundamental a conscientização da população, bem como medidas drásticas de redução de despesas nos municípios. “A queda foi muito além do que se imaginava e não temos perspectivas de melhoras”, disse Tureck, revelando que a queda no repasse do último dia 10, foi de 24%, com relação ao mês passado e que o ICMS também teve queda prejudicando os municípios. De acordo com Tureck os prefeitos estiveram em Brasília recentemente quando reivindicaram repasses na ordem de R$ 1 bilhão, mas que a defasagem já se aproxima a R$ 2 bilhões, com relação a todos os municípios do país. “A economia nos gastos é um desafio que os prefeitos devem enfrentar em conjunto. É preciso cortar despesas, como telefone, combustível e até mesmo pessoal”, alertou Tureck, lembrando que no caso de Campo Mourão o município já adiantou 50% do 13º salário e está com as contas em dia, mas que medias de economia são inevitáveis e estão sendo definidas pelo novo coordenador Wilson Santana. Com relação ao cancelamento da Comcam Fest, Tureck explicou que foi uma decisão unânime dos prefeitos que optaram por não arriscar em gastos nesse período. Ele justificou que os prefeitos não podem gastar o que poderá faltar para outras necessidades básicas da população. A proposta de adoção de meio expediente, não foi aceita, conforme decisão da AMP – Associação dos Municípios do Paraná, em reunião na última quinta-feira, 10, em Curitiba. A AMP também definiu que as prefeituras do Paraná promoverão uma campanha nos veículos de comunicação de massa, acompanhada de um dia de paralisação, para conscientizar a sociedade sobre os problemas financeiros enfrentados pelos 399 municípios do Estado. Prefeitos – Além de Tureck, também participaram da reunião, os prefeitos; Henrique Sanches Salla (Mamborê); Beto Costa (Goioerê), Célia Cabrera (Campina da Lagoa); Dina Cardoso (Farol); Luiz Volpato (Moreira Sales); Neno Molina (Fênix); Osney Picanço (Corumbataí do Sul); Vera Zanatta (Terra Boa); João Carlos Klein (Peabiru); João Paulo Klipe (Altamira do Paraná); Cláudio Pol (Luiziana), Osvaldo Changai (Quarto Centenário); Toizé Piazalunga (Iretama) e Leila Amadei (Juranda). O vice-prefeito Renato Toaldo, representou Araruna.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Secretaria da Saúde divulga boletim de 14-09-09 sobre gripe A no Paraná - 14/09/2009 17:01:22

A Secretaria da Saúde divulgou nesta segunda-feira (14) o boletim epidemiológico nº 59. Neste boletim, por problemas técnicos no banco de dados do Sinan on-line, do Ministério da Saúde, o número de casos confirmados permanece o mesmo do boletim anterior (8.236). Já o número de óbitos foi atualizado com informações consolidadas nesta segunda-feira. Do total de casos confirmados no Estado, 226 tiveram complicações e morreram. As mortes ocorreram entre os dias 14 de julho e 10 de setembro e estão distribuídas por sexo e faixa etária: 57% eram mulheres e 43%, homens. Quanto à faixa etária, 62,4% das mortes ocorreram em pessoas que tinham entre 20 e 49 anos, e 19,9% entre 50 e 59 anos. As regiões com maior número de casos confirmados são Curitiba e região (3.505), Cascavel (623), Cornélio Procópio (613), Francisco Beltrão (547) e Jacarezinho (392). Já as regiões com maior número de óbitos são Curitiba e região (75), Cascavel (20), Foz do Iguaçu (18), Maringá (15), Toledo (11) e Londrina (11). A Assessoria de Comunicação da Secretaria da Saúde comunica que, a partir desta semana, os boletins epidemiológicos serão divulgados duas vezes por semana: segundas e quintas-feiras. Já a análise epidemiológica será divulgada a cada 15 dias, sempre às quintas-feiras. www.aenoticias.pr.gov.br

Boletim Epidemiológico nº 59 Informe do dia 14/09/09 às 17h30.

EMERGÊNCIA DE SAÚDE PÚBLICA DE IMPORTÂNCIA INTERNACIONAL

Neste boletim, por problemas técnicos no Banco de Dados do Sinan on-line, do Ministério da Saúde, o número de casos confirmados permanece o mesmo do boletim anterior. Já o número de óbitos está devidamente atualizado com informações consolidadas nesta segunda-feira, 14 de setembro.

Situação epidemiológica no Paraná conforme dados oficiais da Secretaria de Estado da Saúde.

O Paraná tem 8.236 casos confirmados no Estado, sendo que 226 tiveram complicações e foram a óbito. Outros 2.780 casos foram negativos.

1 - Distribuição dos casos confirmados por Regional de Saúde

2- Distribuição de óbitos por regional de Saúde

domingo, 13 de setembro de 2009

Horário de Verão começará no dia 18 de outubro

(12/09 – 16h24) O horário de verão deste ano começará a zero hora do dia 18 de outubro, quando os relógios deverão ser adiantados uma hora. A medida ficará em vigor até a 0h do dia 21 de fevereiro de 2010. A mudança afetará os Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. Essa será a 39ª vez que a medida é implantada no país. O horário de verão é adotado sempre nesta época do ano por causa do aumento na demanda, resultado do calor e do crescimento da produção industrial às vésperas do Natal. Nesse período, os dias têm maior duração por causa da posição da terra em relação ao sol, e a luminosidade natural pode ser melhor aproveitada. colunadoely.com.br

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

3.000 edições do Boca Santa

O Peabiiru no rumo certo vem dar os parabéns ao nosso amigo Sid Sauer pela 3.000 edições do seu site Boca Santa que podemos dizer que é o mais popular de toda comcam, com este jeito simples e contagiante de publicar suas noticias faz com que seja o mais acessado por todos, por este motivo amigo o Peabiru no Rumo Certo vem dar os parabéns, pois você merece e que continue assim com muita alegria a cada nota publicada em seu site.

SID SAUER e as 3.000 edições do BOCA SANTA

O DIA DE HOJE É MAIS UM MARCO na vida do cidadão jornalista e corintiano Sid Sauer, e porque não dizer e estender, na vida da nossa comunidade e da imprensa mourãoense. Sid Sauer completa hoje o terceiro milésimo ou melhor, e fica bem melhor mesmo, a coluna Boca Santa de número 3.000 - pesquisando, fiquei sabendo que os números ordinais acima de 1.999 podem ser expressos de duas maneiras. Ou três milésimos ou terceiro milésimo. Mas, 3.000 edições do site Boca Santa, que marca heim? Leitura obrigatória de milhares de leitores de Campo Mourão e várias regiões do Paraná, do Brasil e do mundo, o jornalista Sid Sauer merece os parabéns. Em 1º de abril deste ano, Sid comemorou os primeiros oitos anos de vida do site Boca Santa. A milésima coluna (1.000 edições) foi publicada em 16 de janeiro de 2004, a de número 2.000 em 31 de outubro de 2006 e a 3.000 no dia de hoje, 11 de setembro de 2009. Parabéns Sid Sauer, pela sua ousadia, coragem, persistência e competência, honrando sobremaneira a nossa classe e a nossa Capital do Centro Oeste do Paraná. Pessoa tímida, observadora e crítica, Sid Sauer está presente, ao vivo e em cores em grande parte dos eventos e tem vários "repórteres" espalhados por vários lugares. Assim, com ele não tem "Gilete press" . No Boca Santa, ele dá dá o toque especial e o tempero que cada nota ou fato merece, para o deleite dos seus leitores, concordem ou não com este estilo. NO DOMINGO, 20 de setembro, Sid Sauer estará aqui neste BLOG participando da ENTREVISTA DE DOMINGO. A foto acima é um registro da homenagem que foi prestada a ele com o troféu Tocando de Primeira, como Celebridade mourãoense, no dia 26 de abril de 2008, com o programa de número 771, quando publicou o Boca Santa de número 2.500. E abaixo, um dos momentos de alegria naquele histórico programa homenageando um dos grandes jornalistas do nosso Paraná. Viva Sid Sauer. Sucesso e prosperidade. Em abril, do dia 2, Sid Sauer participou aqui neste BLOG contando um pouco da sua carreira, sucesso e curiosidades sobre o seu site. Reproduzo alguns trechos, que você pode conferir na íntegra acessando http://ilivaldoduarte.blogspot.com/2009/04/sid-sauer-e-os-oito-naos-do-boca-santa.html Sid, o que é o site Boca Santa? É um blog que procura informar com bom humor e garantir a participação dos leitores. Acho que, sutilmente, fazemos uma crítica ao jornalismo que, muitas vezes, leva a sério demais o que não é para ser levado. Detalhe: somos um blog antes que falasse em blogs. Como e quando você teve a ideia de montar este site? Foi num período em que todo mundo estava abrindo sites. Eu estava na "Folha de Londrina" e sentia uma angústia por ter em mãos muitas informações que não cabiam na Folha. A internet caiu como uma luva... O que é chegar a 8 anos de atividades ininterruptas com um site de notícias? Uma batalha e uma satisfação muito grande. Hoje faço só o Boca Santa e nunca trabalhei tanto na minha vida. O retorno dos leitores é fantástico e não nos deixa desanimar. Por quê o Boca Santa faz tanto sucesso? Não sei... Talvez por oferecer algo diferenciado, pela atualização diária ininterrupta e, principalmente, por abrir espaço para o "desabafo" das pessoas. Como é a sua rotina de trabalho? Escrevo de madrugada. Isso faz com que levante tarde e meu dia acaba ficando curto. É uma correria danada... Quantos e-mails você recebe por dia e como faz para selecioná-los? Nunca contei os e-mails. Só sei que estou com dificuldade em ler todos. Há os e-mails com informações para as notas que eu escrevo e os que vêm para o Bronca Virtual. No caso do Bronca, acho que para cada e-mail publicado, um fica de fora. Só o Bronca eu demoro umas três horas pra fazer. Pra escrever minhas notas vai rápido. O que dá mais trabalho é ter a informação, ter a foto. Tenho ido dormir amanhecendo o dia. Qual foi a evolução do Boca Santa nesse período? Acho que a maior evolução foi na participação do leitor. Virou a marca da Boca Santa. Evoluímos também na cobertura regional. Já chegamos a dar, numa única edição, notas de 20 municípios da região. Só estamos precisando evoluir as receitas... O Boca Santa hoje é? Indispensável pra quem quer estar bem informado. Tem coisas que só saem na Boca Santa e a gente deve muito disso aos nossos leitores... E o futuro? Pois é... Temos uma reformulação no site já pronta há mais de dois anos, mas falta tempo para colocá-la em prática. Queremos ampliar a participação dos leitores, incluir colaboradores e, estamos em estudos, a possibilidade de fazer com que o Site seja atualizado mais vezes ao dia. Não temos a pretensão de dar notícias em "tempo real", mas a internet é muito dinâmica e acumular todas as informações do dia para soltar de uma vez parece que só tem nos aumentado o trabalho. Mas isso ainda tem que ser muito bem pensado.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

A SECRETARIA DE AGRICULTURA DE PEABIRU INFORMA AOS PRODUTORES RURAIS.

Todos os Produtores que tiverem restos do BHC e outros Venenos Proibidos, devem preencher uma auto declaração informando a Quantidade e localização do Produto.

Todos os Produtores que Declararem até 30/11/2009 terão o veneno recolhido sem custo algum e sem multas.

Porem quem não efetuar a declaração no prazo legal estará sujeito a multas por CRIME AMBIENTAL (lei estadual 16.082 de 17 de abril 2009).

Não deixe para ultima hora

Em caso de duvidas e para efetuar a declaração procure a Prefeitura, EMATER, COOPERATIVAS, SINDICATO, E SE INFORME.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Defesa Civil socorre 39 municípios do Paraná prejudicados pela chuva

As fortes chuvas que atingiram o Paraná 
Gomes Pinheiro, os pedidos de ajuda à Defesa Civil diminuíram, mas ainda não é possível contabilizar os prejuízos.

“Somente depois de finalizado um levantamento de danos, será possível determinar o nível de intensidade do desastre e avaliar se é necessário decretar estado de emergência. Estamos atentos”, explica ele.

CIDADES - De acordo com o Instituto Tecnológico Simepar, a velocidade do vento chegou a 104 km/h no Sudoeste do Estado. No município de Pato Branco foram registrados cerca de 150 destelhamentos e mais de 600 pessoas afetadas. Em Cascavel, 145 residências foram destelhadas e 380 pessoas prejudicadas.

Na mesma região, 300 moradores de Francisco Beltrão registraram problemas causados pelo mau tempo. Na cidade de Renascença, 200 casas, 4 prédios públicos e 3 edificações comunitárias foram afetados pelo vendaval. Em Pranchita, aproximadamente 100 residências foram afetadas pelo vendaval e um ginásio de esportes foi destruído.

Também tiveram problemas os municípios de Santo Antônio do Sudoeste (7 casas destelhadas), Ampére (120 pessoas afetadas), Manfrinópolis (74 moradores prejudicados), Palmas (80), Clevelândia (200), Pinhal do São Bento (104) e Pérola do Oeste (8)

Na Região dos Campos Gerais, vendaval e granizo afetaram cerca de 90 casas em Ponta Grossa. Em General Carneiro, mais de 800 pessoas foram afetadas. As cidades de Guarapuava, Pinhão, Tibagi, Irati, Arapoti, Marquinho e Prudentópolis registraram destelhamentos e quedas de árvores. Em Cantagalo, aproximadamente 200 residências foram destelhadas .


No Norte do Estado, os moradores de Jandaia do Sul e Rosário do Ivaí também sofreram com os danos relacionados às chuvas.

Na Região Oeste, a Defesa Civil realiza atendimento na área rural de Diamante do Sul.

Na Região Metropolitana de Curitiba, foi registrado deslizamento de terra em Rio Branco do Sul, destelhamentos em Fazenda Rio Grande, Tijucas do Sul e Campina Grande do Sul. Pontos de alagamento foram notificados em Pinhais e Colombo.

No Litoral, aconteceram desabamentos de telhados em Guaratuba e Paranaguá, além de quedas de árvores em Morretes.

TEMPO - Segundo previsões do Simepar, choverá forte na noite desta terça-feira, na maioria das regiões do Estado. A massa de ar frio que se mantém sobre o Estado provoca raios, rajadas de vento e chuva de granizo.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Secretaria da Saúde divulga o boletim de 07.09.09 sobre gripe A

Paraná tem 6.511 casos confirmados no Estado, sendo que 213 tiveram complicações e foram a óbito A Secretaria da Saúde divulga o boletim de 07.09.09 sobre gripe A no Paraná. Boletim Epidemiológico nº 56 Neste boletim, por problemas técnicos no Banco de Dados do Sinan on-line, do Ministério da Saúde, o número de casos confirmados permanece o mesmo do boletim anterior. Já o número de óbitos está devidamente atualizado com informações consolidadas nesta segunda-feira, 7 de setembro. O Paraná tem 6.511 casos confirmados no Estado, sendo que 213 tiveram complicações e foram a óbito. Outros 2.268 casos foram negativos.

7 DE SETEMBRO DE 2009 EM PEABIRU.

Praça central pouco movimento neste 7 de setembro. Alunos da Escola São José declamam poesias.Prefeito João Carlos Klein fez questão de participar do 7 de setembro em escola junto com alunos. Fanfarra toda reformada

É diferente acordar e ir para a praça no sete de setembro e não ver o desfile cívico nada de escolas e muito menos nossa fanfarra municipal que estava toda reformada para desfilar este ano, tudo isto para não haver aglomerações e proteger os alunos e a população desta pandemia que esta sendo um pesadelo de todos, mas mesmo assim não deixamos de homenagear nossa pátria amada os alunos das escolas municipais mesmo não tendo aula fizeram questão juntos com seus pais e foram a suas escolas para cantar o hino Nacional e declamaram poesias sobre a pátria, e na praça central apenas algumas autoridades e funcionários públicos hastearam as bandeiras e cantaram o hino, apenas nas escolas estaduais após as comemorações de sete de setembro os alunos tiveram aulas normais.

domingo, 6 de setembro de 2009

Solução do impasse dos diplomas VIZIVALI

Através de um convênio entre o Governo do Estado e o Instituto Federal do Paraná, IFPR, será resolvido o impasse com o registro dos diplomas dos alunos que frequentaram as aulas do Programa Especial de Capacitação para a Docência dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental e da Educação Infantil. O Curso foi ofertado pela parceira entre a VIZIVALI, Faculdade Vizinhança Vale do Iguaçu, o IESDE, Inteligência Educacional e Sistema de Ensino e UNDIME, União Nacional dos Dirigentes Municipais da Educação.

A VIZIVALI foi credenciada ao programa pelo Conselho Estadual de Educação, através do parecer 1182/2002, e teve o direito de continuar participando do mesmo após o parecer 634/04. Entretanto, devido a uma discussão sobre a competência para legislar sobre este programa, entre o Conselho Estadual de Educação, e o Conselho Nacional, o processo de registro dos diplomas ficou paralisado.

Os diplomas serão validados pelo IFPR após os estudantes realizarem uma complementação de aproximadamente 200 horas-aulas, através de telessalas do Instituto espalhadas pelo Estado.

A solução apontada com a parceria entre o IFPR e Governo Estadual, e que teve o acompanhamento do Ministro da Educação Fernando Haddad, foi muito bem recebida pelo CPEA, Centro Pastoral Educacional e Assistencial Dom Carlos, que é administrador da VIZIVALI, e que esteve em constante contato com o governo do Estado, buscando uma solução definitiva para o caso. A vice-presidente do CPEA Renata Vasconcellos Basso Fonseca conta que recebeu uma ligação do secretário-chefe de gabinete do governador Roberto Requião, Dr. Carlos Moreira comunicando a resolução. “É muito bom saber que finalmente esta questão está sendo resolvida, o que possibilitará aos professores exercer sua profissão com a garantia do reconhecimento de seus diplomas”, afirmou a vice-presidente.

De acordo com o reitor do IFPR, Alípio Santos Leal Neto, o curso deverá estar à disposição da comunidade até 2010. Os professores deverão procurar o Instituto e solicitar a inscrição e aproveitamento dos conteúdos, sem custos, a partir de uma data que será divulgada no site da instituição www.ifpr.edu.br.

Flávio Arns se diz pronto para brigar por mandato (Arns deixou o PT depois de se declarar “envergonhado)

Flávio Arns disse que está preparado para ser o primeiro ocupante de cargo majoritário a enfrentar processo

O senador Flávio Arns, sem partido, disse ontem, 4, a O Estado, que está preparado para ser o primeiro ocupante de um cargo majoritário a enfrentar um processo de perda de mandato.

Arns afirmou que ainda não foi, formalmente, comunicado pela direção nacional do PT sobre um possível questionamento do seu mandato, mas declarou que está pronto para ir brigar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pela manutenção da vaga.

Anteontem, a executiva nacional do PT decidiu encaminhar para o diretório nacional um pedido para que o partido questione na Justiça Eleitoral a saída do senador, pedindo que o mandato dele seja entregue ao seu suplente. A reunião do diretório para decidir se recorre ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) está marcada para o próximo dia 17. O senador, que deixou o PT na semana passada, disse que será também o primeiro caso de questionamento da fidelidade de um partido aos seus princípios e programa.

“Este vai ser um debate interessante para a vida partidária brasileira. Acho que terei a possibilidade de convencer a justiça eleitoral brasileira sobre um caso de quebra de fidelidade pelo partido”, disse. Arns deixou o PT depois de se declarar “envergonhado” com a posição de apoio do partido ao presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), no Conselho de Ética.

Em sua defesa, o senador afirmou que um dos argumentos será a discriminação que sofreu no partido. Um dos exemplos citados pelo senador foi a forma como o presidente Lula comentou sua saída do partido.

“Ele afirmou que eu era um senador de primeiro mandato, que estava sempre “encrencado” com o partido. As várias declarações de muitos membros do partido mostram que há essa discriminação”, disse o senador paranaense. E lembrou que a senadora Marina da Silva, agora no PV, deixou o PT pelos mesmos motivos que ele, mas o partido não pediu seu mandato.

Arns acusou o PT de trair seu ideário ao se aliar ao presidente Sarney e também fugiu ao princípio do diálogo partidário ao impor uma orientação para a bancada no Conselho de Ética. “Aquele PT não foi o partido que eu entrei. As minhas bandeiras são as mesmas. Eu não mudei. O PT foi um partido que surgiu da necessidade de diálogo e foi esse diálogo que faltou”, afirmou. Prazo final O senador tem até o final do mês para decidir seu próximo partido. De acordo com a legislação eleitoral, para concorrer nas eleições do próximo ano, o candidato tem que estar filiado um ano antes no partido.

Arns disse que recebeu convites da maioria dos partidos para se filiar, mas que ainda não tem uma decisão. “Tenho vinte e seis dias. Isso é uma eternidade em política. Agora, vou me concentrar neste debate sobre a fidelidade”, desconversou. Arns já definiu que pretende concorrer novamente ao Senado. E certamente, sua escolha vai ser orientada por esta possibilidade. “Todos os partidos com os quais eu conversei oferecem essa possibilidade”, afirmou o senador, recusando-se a citar as siglas. Uma das possibilidades, que ele não confirmou, é um retorno ao PSDB, que deixou em 2001.

sábado, 5 de setembro de 2009

Santa Cecília do Pavão, cidade 100% digital

Com aproximadamente 5 mil habitantes, Santa Cecília do Pavão é uma pequena cidade do interior do Paraná. De base agrícola e com renda per capita de 162 reais, a cidade fica escondida entre montanhas, longe de grandes centros, numa área em que os cabos de telefonia não oferecem banda larga.

Mas em 2007, a Prefeitura, a Universidade Federal de Paraná (UFPR), o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) e a D-Link, fabricante de equipamentos de rede, se uniram para uma rede de conexão Wi-Fi em todo o município.

Foram instalados diversas antenas em prédios públicos da cidade (biblioteca, posto de saúde e Prefeitura) e uma no topo de uma montanha que direciona o sinal para Londrina, a 60 quilômetros de distância.

Além de incentivar a inclusão digital, a Prefeitura reduziu drasticamente seus custos. A conta telefônica, que passava dos 27 mil reais, caiu para 2 mil reais. Apenas a rede Wi-Fi custa cerca de 680 reais, muito pouco considerando a estrutura utilizada.

Experiências em pequenas cidades se espalham pelo Brasil. Felizmente, começam a surgir projetos em cidades maiores, como no Rio e Belo Horizonte, o que indica um caminho sem volta para a popularização do acesso à internet através de redes sem fio.

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Maringá abre 340 vagas em concurso público

A Prefeitura de Maringá abriu concurso público para contratação de 340 funcionários efetivos, distribuídos em 78 cargos das secretarias municipais. As inscrições começam no dia 28 deste mês e vão até 12 outubro no site da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Estadual de Londrina - FAUEL (www.fauel.org.br). A taxa varia de R$ 13,95 a R$ 67,73, dependendo do cargo. A menor remuneração oferecida é R$ 615,00 e a maior R$ 2.407,87. Para todos os cargos, haverá prova objetiva de 30 questões de língua portuguesa, interpretação de texto, matemática, noções de legislação e assuntos específicos de cada função. Em alguns cargos, há exigência de prova prática ou prova de títulos. Confira as vagas e salários: - Administrador: 1 vaga - R$ R$ 2.257,86 - Administrador de Banco de Dados - 2 vagas - R$ 2.257,86 - Administrador de Rede - 4 vagas - R$ 2.257,86 - Agrimensor - 1 vaga - R$ 1.253,38 - Analista de projetos - 5 vagas - R$ 1.002,27 - Analista Programador - 1 vaga - R$ 2.257,86 - Arquiteto - 3 vagas - R$ 2.257,86 - Assessor Administrativo - 1 vaga - R$ 1.588,21 - Assistente Administrativo - 6 vagas - R$ 1.002,27 - Assistente Social - 5 vagas - R$ 2.257,86 - Atendente de Odontologia - 5 vagas - R$ 600,48 - Auxiliar de Enfermagem - 15 vagas - R$ 784,64 - Auxiliar de Farmácia - 5 vagas - R$ 600,48 - Auxiliar de Laboratório (Análises Clínicas) - 2 vagas - R$ 600,48 - Auxiliar de Serviços Gerais Masculino - 65 vagas - R$ 465,00 - Borracheiro - 2 vagas - R$ 566,98 - Carpinteiro - 1 vaga - R$ 633,97 - Cenotécnico - 5 vagas - R$ 901,80 - Coletor - 15 vagas - R$ 516,75 - Contador - 1 vaga - R$ 2.257,86 - Desenhista - 5 vagas - R$ 600,48 - Educador Social - 1 vaga - R$ 1.588,21 - Eletricista de Manutenção - 8 vagas - R$ 633,97 - Encanador - 6 vagas - R$ 633,97 - Enfermeiro - 1 vaga - R$ 2.257,86 - Engenheiro Civil - 1 vaga - R$ 2.257,86 - Engenheiro Civil (Eletricista) - 1 vaga - R$ 2.257,86 - Engenheiro Civil (Trânsito ) - 2 vagas - R$ 2.257,86 - Engenheiro Civil (Orçamentista) - 1 vaga - R$ 2.257,86 - Engenheiro Civil (Pavimentação) - 1 vaga - R$ 2.257,86 - Engenheiro Civil (Topógrafo) - 1 vaga - R$ 2.257,86 - Engenheiro Químico - 1 vaga - R$ 2.257,86 - Farmacêutico - 1 vaga - R$ 2.257,86 - Farmacêutico Bioquímico - 1 vaga - R$ 2.257,86 - Fonoaudiólogo - 4 vagas - R$ 2.257,86 - Iluminador - 5 vagas - R$ 1.253,38 - Jornalista - 1 vaga - R$ 2.257,86 - Laboratorista Análise Físico Químico - 3 vagas - R$ 901,80 - Maquinista - 5 vagas - R$ 700,92 - Marceneiro - 2 vagas - R$ 633,97 - Mecânico (Veículos pesados) - 1 vaga - R$ 700,92 - Médico Cardiologista - 1 vaga - R$ 1.812,37 - Médico (Clínico Geral) - 15 vagas - R$ 1.812,37 - Médico Ginecologista - 5 vagas - R$ 1.812,37. - Médico Ortopedista - 5 vagas - R$ 1.812,37 - Médico Patologista - 1 vaga - R$ 1.812,37 - Médico Psiquiatra - 5 vagas - R$ 1.812,37 - Médico do Trabalho - 1 vaga - R$ 1.812,37 - Médico Infectologista - 1 vaga - R$ 1.812,37 - Médico Neurologista - 1 vaga - R$ 1.812,37 - Médico Oftalmologista - 1 vaga - R$ 1.812,37 - Médico Pediatra - 10 vagas - R$ 1.812,37 - Mestre de Obras - 1 vaga - R$ 700,92 - Motorista II - 8 vagas - R$ 700,92 - Nutricionista - 5 vagas - R$ 2.257,86 - Odontólogo - 1 vaga - R$ 1.812,37 - Operador de Equipamentos Especiais - 1 vaga - R$ 566,98 - Operador de Equipamentos I - 1 vaga - R$ 633,97 - Operador de Equipamentos II - 12 vagas - R$ 700,92 - Operador de Luz - 4 vagas - R$ 600,48 - Operador de Som - 1 vaga - R$ 600,48 - Orientador de Estacionamento - 10 vagas - R$ 600,48 - Pedreiro - 10 vagas R$ 633,97 - Pintor de Veículos - 1 vaga - R$ 700,92 - Programador de Computador - 1 vaga - R$ 1.253,38 - Psicólogo - 3 vagas - R$ 2.257,86 - Soldador - 5 vagas - R$ 633,97 - Sonoplasta - 5 vagas - R$ 1.253,38 - Técnico de Higiene Dental - 1 vaga - R$ 901,80 - Técnico de Laboratório - 1 vaga - R$ 784,64 - Técnico de Manutenção (Computador) - 1 vaga - R$ 784,64 - Técnico de Manutenção (Refrigeração) - 2 vagas - R$ 784,64 - Técnico de Segurança do Trabalho - 1 vaga - R$ 1.253,38 - Técnico de Som - 5 vagas - R$ 784,64 - Terapeuta Ocupacional - 1 vaga - R$ 2.257,86 - Tratador de Piscina - 2 vagas - R$ 566,98 - Tratorista - 12 vagas - R$ 633,97 Fonte: Bonde News Contato (contato@portalradiorural.c om.br)

Governo do Paraná abre mais um concurso público para o quadro próprio de servidores

Ficam abertas até o próximo dia 15 as inscrições de mais um concurso público do Governo do Paraná para a formação de cadastro de reserva para 17 funções e especialidades do Quadro Próprio do Poder Executivo (QPPE). O edital foi lançado no final da tarde desta quarta-feira (2) pela Secretaria de Estado da Administração e da Previdência (Seap) e pode ser conferido na íntegra pelo portal da Coordenadoria de Processos Seletivos (Cops) da Universidade Estadual de Londrina (UEL), no www.cops.uel.br. É neste endereço também que as inscrições devem ser feitas. O concurso estabelece 12 funções e especialidades para atuação geral e outras cinco para atuação em hospitais da rede estadual de saúde. São funções e especialidades para os cargos de agente de apoio (ensino fundamental), agente de execução (ensino médio e/ou técnico profissionalizante) e agente profissional (ensino superior). Trata-se do terceiro concurso público lançado pela Seap. Os outros dois – um para cadastro de reserva para 138 funções e especialidades e outro para 234 vagas de motorista de caminhões e equipamentos pesados, e ainda cadastro de reserva para duas mais especialidades de motoristas – recebem inscrições até às 23 horas desta quinta-feira (3). Confira, a seguir, as principais informações sobre cada um dos concursos públicos em andamento, sob gestão da Divisão de Seleção e Recrutamento de Recursos Humanos (DSRH): Edital 127/2009 – Concurso para 17 funções e especialidades, para cadastro de reserva Inscrições até às 23h de 15 de setembro. Taxas: R$ 30 (agente de apoio),R$ 45 (agente de apoio) e R$ 90 (agente profissional) Vencimento base inicial mensal: R$ 667,10 (agente de apoio), R$ 1.000,65 (agente de execução) e R$ 2.401,56 (agente profissional) As funções e especialidades estão assim divididas: ATUAÇÃO GERAL Agente profissional: oito funções/especialidades Agente de execução: três funções/especialidades Agente de apoio: uma função/especialidade ATUAÇÃO: UNIDADES HOSPITALARES Para agente profissional, na função de médico, em cinco especialidades Observação: o cargo de agente profissional é constituído de funções e especialidades de ensino fundamental; o de execução, funções de ensino médio e/ou técnico profissionalizante; e o profissional, funções de ensino superior. Edital 115/2009 – Concurso para 138 funções e especialidades, para cadastro de reserva Inscrições até 3 de setembro, 23h, no www.cops.uel.br. Taxa: R$ 30 (agente de apoio), R$ 45 (agente de apoio) e R$ 90 (agente profissional) Vencimento base inicial mensal: R$ 667,10 (agente de apoio), R$ 1.000,65 (agente de execução) e R$ 2.401,56 (agente profissional) O edital completo está no Suplemento de Concursos do Diário Oficial do Estado, que pode ser acessado, baixado e impresso a partir do www.pr.gov.br/dioe São 138 funções e especialidades, para cadastro de reserva, nas seguintes áreas: ATUAÇÃO: GERAL Agente profissional: 32 funções, sendo que a de médico em 54 especialidades Agente de execução: 10 funções Agente de apoio: 06 funções ATUAÇÃO: UNIDADES HOSPITALARES Agente profissional: 03 funções, sendo que a de médico em 48 especialidades Agente de apoio: 06 funções ATUAÇÃO: UNIDADES DE SUPORTE AVANÇADO DE VIDA Agente profissional: 02 funções, sendo que a de médico em 12 especialidades Edital 114/2009 – Concurso para motorista (em quatro especialidades); 234 vagas e mais cadastro de reserva 234 vagas para motorista, de caminhão (basculante, carroceria, comboio, espargidor, pipa, prancha e turma) e motorista operador de equipamento pesado (carregadeira, escavadeira, minicarregadeira, motoniveladora, rolo compressor, retroescavadeira, trator esteira e usina lama de asfalto). Cadastro de reserva para as funções de motorista de ambulância e motorista de veículos em geral. Inscrições até 3 de setembro, 23h, no www.cops.uel.br. Taxa: R$ 30 Vencimento base inicial: de R$ 667,10 mensais. O edital completo está no Suplemento de Concursos do Diário Oficial do Estado, que pode ser acessado, baixado e impresso a partir do www.pr.gov.br/dioe

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Aulas nas escolas estaduais do Paraná vão até dia 21 de dezembro

O último dia letivo das escolas estaduais neste ano será 21 de dezembro. A data proposta pela Secretaria de Estado da Educação em consulta ao Conselho Estadual da Educação foi referendada e encaminhada à Secretaria nesta quarta-feira (2), no Parecer 355/009-CEEPR. Todas as escolas da rede pública estadual terão que repor conteúdos previstos para o período de suspensão das aulas determinado pelo governo para combater a gripe A. “O Conselho Estadual da Educação teve a mesma visão da Secretaria em relação à reposição. Os dias e horas letivos estão garantidos”, afirma a secretária estadual da Educação, Yvelise Arco-Verde. Segundo ela, o fundamental é assegurar aos alunos o trabalho pedagógico com conteúdos relativos a cada nível e etapa de ensino, assim como as disciplinas de cada série. O Parecer determina que “poderão ser utilizados os sábados, feriados municipais e recessos, bem como contraturno para a reposição dos conteúdos, de forma presencial, garantindo assim a carga horária prevista em lei. Nesse planejamento, o Conselho de Classe e reuniões pedagógicas deverão ser transferidas para os sábados ou horários alternativos”. “Nossas escolas têm autonomia para essa organização, e é importante que a comunidade escolar acompanhe o processo, avalie e interfira sempre que houver necessidade”, diz a secretária. Por determinação do Conselho, cada escola terá que apresentar um novo planejamento do calendário, de acordo com as suas especificidades, até o dia 11 de setembro. “Cada estabelecimento de ensino deve fazer ampla divulgação do seu novo calendário escolar e a comunidade pode e deve buscar essa informação”, afirma a superintendente da Educação, Alayde Digiovanni. Segundo a superintendente, a Secretaria tomará todas as providências para que os alunos tenham acesso aos conteúdos previstos no planejamento anual, conforme determinação do Conselho Estadual de Educação. Alayde Digiovanni informa ainda que os Núcleos Regionais de Educação acompanharão a efetivação do plano de reposição de conteúdos e horas/aula em todas as escolas estaduais. Compete também aos Núcleos as negociações com os municípios, de forma a assegurar o transporte escolar a todos os alunos que dele dependam. As aulas nas escolas da rede pública estadual foram suspensas de 31 de julho a 15 de agosto, período em que o ambiente escolar era preparado e os profissionais treinados para enfrentar a nova gripe. Desde o retorno, voluntários que aderiram ao programa Cuidadores da Gripe atuam em todos os turnos para detectar e encaminhar casos suspeitos da nova gripe. Mais de 7 mil cuidadores receberam treinamento da Secretaria de Estado da Saúde, que foi parceira da Secretaria da Educasção em todas as ações de prevenção e enfrentamento da doença. “O mais importante em todo este episódio da gripe é que novos hábitos de saúde foram criados para a população, o que assegura uma melhor qualidade de vida aos nossos cidadãos”, analisa a secretária Yvelise Arco-Verde.

Consultor Administrativo de Peabiru.

Para que uma administração publica possa correr tudo certo durante o mandato de um prefeito e que não haja nenhum problema no futuro o município tem que ter um bom consultor Administrativo em Peabiru deste Janeiro de 1993 o Dr Marcos Revolti vem fazendo bem este papel assessorando o Prefeito e os seus secretários para que todos os procedimentos estejam dentro da lei, por este motivo ele passa horas e horas dentro de uma sala analisando documentos, projetos e leis às vezes passa até despercebido por muitos, mas sempre esta ali cumprindo seu dever.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

LIDERANÇA DO PMDB 01/09/2009 PESSUTI APONTA CHAPA FORTE PARA DISPUTAR ELEIÇÕES PROPORCIONAIS

Pessuti em reunião com deputados da bancada do PMDB na Assembleia Legislativa. Foto: Ronildo Pimentel O vice-governador Orlando Pessuti disse nesta terça-feira (1º de setembro) que o PMDB terá chapa completa às eleições proporcionais de 2010. “Além dos atuais deputados, já temos a indicação de lideranças políticas – prefeitos, vereadores, professores, médicos, empresários – dispostas a disputar as cadeiras na Câmara dos Deputados e na Assembleia Legislativa. É uma lista grande que reforça o nosso entusiasmo e aponta que teremos uma chapa forte de deputados para impulsionar a candidatura do PMDB ao Governo do Estado”, disse Pessuti. O PMDB, disse Pessuti, analisou as indicações em mais uma reunião, na noite desta segunda-feira (31), com a bancada do partido PMDB no legislativo paranaense. “Os nossos encontros têm sido sistemáticos e vamos analisando os perfis das candidaturas nas grandes e médias cidades, por região. Consultamos os diretórios, conversamos com lideranças empresariais e de classe. Depois disso, fazemos mais um estudogeral do quadro. Em suma, estamos trabalhando com afinco e organização”. Da reunião participaram os deputados Waldyr Pugliesi (líder da bancada), Luiz Claudio Romanelli (líder do Governo na Assembleia), Ademir Bier, Beti Pavin, Teruo Kato, Nereu Moura, Stephanes Jr., Alexandre Curi, Jonas Guimarães, Antonio Anibelli, Edson Strapasson e Cleiton Kielse. APOIO - O presidente do PMDB, deputado Waldyr Pugliesi, disse que “tanto Pessuti como os deputados têm viajado muito por todas as regiões do Paraná e em todos os locais temos recebido manifestações de apoio a pré-candidatura do PMDB”. “A participação de lideranças locais e regionais tem sido muito significativa nestas reuniões”, completou. A candidatura própria do PMDB do Paraná foi definida em reunião da Executiva Estadual no dia 2 de março, com participação de parlamentares, prefeitos, vices-prefeitos, vereadores e lideranças do partido. Durante o encontro, Pessuti foi aclamado pré-candidato do PMDB ao Governo do Estado em 2010. “O Pessuti tem apoio majoritário de todos os diretórios municipais do PMDB e será o guia do partido para dar continuidade ao projeto político que está mudando o Paraná”, reforça Pugliesi. Esta mudança, segundo ele, é marcada por recordes na criação de empregos, diminuição da carga tributária para micros e pequenas empresas, distribuição de renda, geração de riqueza e, conseqüentemente, crescimento de todos os indicadores econômicos e sociais. PROPORCIONAIS – As articulações para a formação de chapas proporcionais de candidatos do PMDB, a deputado estadual e a deputado federal, foram abertas no início do mês de agosto. No encontro foram apresentados aproximadamente 120 nomes potenciais de possíveis candidatos. “A composição de chapas fortes em todas as regiões do Estado é o caminho para construirmos a candidatura de Pessuti”, destacou Pugliesi. O PMDB é o maior partido do Brasil e está constituído nos 399 municípios do Paraná. Nas eleições municipais o partido elegeu 136 prefeitos, 121 vice-prefeitos e 753 vereadores. O partido tem ainda a maior bancada da Assembleia Legislativa (18 parlamentares) e sete deputados federais eleitos em 2006.

Consumidores do Paraná já podem bloquear ligações de telemarketing

Os usuários de telefonia fixa e móvel do Paraná podem agora escolher se querem ou não receber ligações de telemarketing. Para isso, está disponível a partir desta terça-feira (1º), no portal do Procon-PR na internet (www.procon.pr.gov.br), o sistema de cadastro que permite bloquear essas ligações. O anúncio foi feito pela coordenadora do Procon, Ivanira Gavião Pinheiro, na Escola de Governo, e atende o disposto na Lei nº 16.135/2009, que instituiu no Paraná o cadastro para bloqueio do recebimento de ligações de telemarketing. Se houver desrespeito ao bloqueio efetuado pelo consumidor, o Procon autuará a empresa, que estará sujeita a sanções previstas pelo Código de Defesa do Consumidor, com multa cujo valor varia de R$ 212 a R$ 3,192milhões. Telemarketing é a oferta ou publicidade, comercial ou institucional, de produtos ou serviços, mediante ligações telefônicas. “Criado pela Celepar, o sistema de bloqueio pela internet é fácil de ser utilizado”, explicou a coordenadora do Procon. “O acesso e o cadastro são gratuitos e o titular da linha telefônica, que pode ser pessoa física ou jurídica, que opte por não receber este tipo de ligação, pode inscrever o seu número”, completou. Na inscrição, após preencher os campos necessários, o consumidor receberá o seu login e uma senha de acesso. A partir do trigésimo dia da inscrição, as empresas que utilizam o serviço de telemarketing não poderão realizar ligações direcionadas ao número cadastrado. A coordenadora salientou que se o usuário receber ligações após esse prazo, deverá registrar pessoalmente sua reclamação no Procon-PR ou Procons municipais, informando dia e hora, nome do atendente e da empresa prestadora do serviço, a fim de que sejam tomadas as medidas previstas em lei. Ivanira informou que o consumidor também poderá efetuar o bloqueio de telemarketing pessoalmente, na sede Procon-PR, na Alameda Cabral 184, Centro, Curitiba, ou pelo telefone 0800 41 1512. Somente o titular da linha telefônica poderá se cadastrar. Ele também pode, a qualquer momento, solicitar a sua retirada desse cadastro. As empresas de telemarketing que atuam no Paraná, com sede no Estado ou fora dele, não poderão realizar ligações de telemarketing para os números bloqueados que constam no cadastro. Antes de efetuar ligações aos consumidores do Paraná, esses fornecedores devem consultar o Cadastro de Bloqueio de Telemarketing do Procon-PR, com a relação das linhas telefônicas bloqueadas. Para consultá-lo, o fornecedor também precisa se registrar no sistema. Após o registro, uma senha corporativa para a consulta será gerada. O cadastro abrange o Estado do Paraná e informa o número de telefone bloqueado e data do cadastro. Não é possível consultar telefones de outros Estados. Caso o consumidor tenha bloqueado sua linha telefônica e opte por receber ligações de telemarketing de uma determinada empresa, deverá autorizá-la, por meio de um documento específico. O modelo de autorização está disponível no portal do Procon-PR. A autorização será emitida por tempo determinado e assinada pelo consumidor. O documento ficará com a empresa autorizada, que deverá apresentá-lo quando solicitada. Ivanira enfatiza que o consumidor não pode ser obrigado pelo fornecedor a assinar uma autorização e que se isso ocorrer, deverá comunicar o Procon para a devida providência.

Semana da Pátria

Nesta terça feira (01) foi iniciada a semana da Pátria em Peabiru, mas o que chamou atenção foi o fato inédito de haver poucas pessoas na praça central, seguindo a determinação do Ministério Publico para prevenir contra a Gripe A (H1N1) que determina que não haja aglomerações, apenas poucas autoridades sem alunos de escolas e nem mesmo a fanfarra municipal que havia sido toda reformada para a comemoração de sete de setembro que também foi cancelada .

Prefeituras em crise podem adotar meio expediente

Com perdas acumuladas que superam os R$ 2 bilhões somando os valores do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), as prefeituras paranaenses enfrentam momentos difíceis. As quedas serão tema da reunião que a Associação dos Municípios do Paraná (AMP) promove dia 10 de setembro, quando o presidente da entidade, Moacyr Fadel, vai apresentar a proposta de adoção do meio expediente. Nos meses de julho e agosto, a perda acumulada com o FPM chega a R$ 1 bilhão em todo o Brasil, cerca de R$ 38 milhões só no Paraná. Quanto ao Fundeb, ao longo do ano a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) estima uma diminuição de R$ 9,2 bilhões nos repasses em todo o Brasil. “Não dá mais para protelar a situação, por isso vamos discutir esta questão do meio expediente, que já vem sendo adotado em algumas cidades do Vale do Ivaí”, explicou um diretor da entidade municipalista paranaense. No caso do Fundeb (que destina recursos à educação), a estimativa da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) é uma redução dos R$ 76,8 bilhões repassados para estados e municípios em 2008 para R$ 67,6 bilhões, em 2009, em razão da queda na arrecadação de tributos por parte do governo federal. QUEDA DRÁSTICA – Enquanto a queda no Fundeb prejudica principalmente os médios e grandes municípios, o Fundo de Participação (FPM) se constitui na principal fonte de receita para 80% dos municípios paranaenses. Embora o valor repassado em todo o Brasil no mês de agosto tenha sido 16,3% superior ao registrado em julho, o crescimento ficou abaixo do esperado “pois esperávamos um aumento acima de 20%”, destaca o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski. De acordo com números da CNM, o volume de recursos transferidos por meio do FPM teve redução de 15,25% em relação à quantia de agosto do ano passado – uma queda de R$ 4,2 bilhões para R$ 3,5 bilhões. Só no acumulado de julho e agosto, a perda chega a R$ 1 bilhão no País e R$ 38 milhões no Paraná. “É uma redução muito alta que afeta diretamente os investimentos em áreas como educação e saúde”, afirma o vice-presidente da AMP, prefeito de Piraquara, Gabriel Jorge Samaha. contato@portalradiorural.com.br

Envie para o nosso e-mail

LOCALIZAÇÃO DE PEABIRU

E-MAIL PARA CONTATOS.

peabirunorumocerto@hotmail.com

Praça Central

Praça Central

Hino a Peabiru.

Peabiru, Peabiru, Terra amada varonil Peabiru, oh! Minha terra Pedacinho do Brasil. O amor aqui impera E o trabalho nos Conduz A um pedestal de gloria Por um caminho de luz. Liberdade no horizonte No céu um formoso azul Terras férteis. Rios, fontes És uma estrela do sul Peabiru, Peabiru, Terra amada varonil Peabiru oh! Minha terra Pedacinho do Brasil. Teu nome emoção encerra És caminho do sertão És meu berço, minha terra És a minha inspiração. Laboriosa e hospitaleira Destemida e varonil É a gente desta terra Também filhos do Brasil. Peabiru, Peabiru.....