Pesquisar este blog

sábado, 14 de março de 2009

Estrada Boiadeira, depois de décadas de espera.

Depois de décadas, recomeça a pavimentação da Estrada Boiadeira Primeiramente serão pavimentados 20 quilômetros

Redação Bem Paraná, com Diário de Maringá

Prefeitos de vários municípios do noroeste paranaense, diretores do Departamento Nacional de Infra-Estrutura Terrestre (Dnit), Departamento de Estradas de Rodagens (DER) e outras autoridades festejaram o reinício das obras de pavimentação da rodovia BR-427, a chamada Estrada Boiadeira, depois de décadas de espera. Primeiramente serão pavimentados 20 quilômetros entre Tuneiras do Oeste e Cruzeiro do Oeste.

"Queremos implantar o mais breve possível os 120 quilômetros da Estrada Boiadeira. Prometi que em 45 dias todos os trechos estarão licitados. Trata-se de um sonho de décadas. Não é fácil fazer uma obra, mas estamos fazendo o possível para concluir estes trabalhos. Pretendemos terminar toda a Estrada Boiadeira até no máximo no início do primeiro semestre do próximo ano", adiantou o superintendente do Dnit, David Gouveia.

A Construtora Momento Engenharia, vencedora da concorrência para realização da obra, terceirizou a pavimentação do trecho, que deverá ser asfaltado pelas construtoras Casali, de Campo Mourão, e Iccila, do Rio Grande do Sul. De acordo com o proprietário da Construtora Casali, uma das empresas responsáveis pela obra, Tuta Casali, serão necessários 12 meses para a conclusão deste trecho. Cem homens contratados em cidades vizinhas irão trabalhar na obra. Casali explicou que os trabalhos estão sendo iniciados com a terraplanagem de 3 quilômetros do trecho e em seguida será feita a pavimentação e assim consecutivamente.

"Queremos evitar o desperdício de trabalho e de material. Anteriormente eles fizeram toda a terraplanagem do trecho e o trabalho foi perdido com as intempéries. Para evitar estes transtornos é que faremos a obra por etapas", informou o empresário.

Para o prefeito em exercício de Tuneiras do Oeste, Genival Alves de Lima esta obra é muito importante para toda a região. "Esta retomada da obra significa o início do desenvolvimento de Tuneiras do Oeste. A pavimentação deste trecho irá beneficiar o escoamento agrícola e o tráfego de ônibus escolares, já que a estrada é uma via de ligação importantíssima. Além disso, a cidade irá atrair novos investidores, com esta grande melhoria na infra-estrutura. A partir de agora, passamos a ser o 'primo rico' da região", avaliou.

Tuneiras ainda passará a receber o ICMS ecológico a partir de 2010, graças em boa parte, as obras da Estrada Boiadeira. "Hoje é o dia D, é especial para Tuneiras. A partir de agora acaba a lenda da boiadeira e começa uma realidade cheia de boas oportunidades para nossa região", concluiu Genival.

Cronograma - Além da obra iniciada na sexta-feira (13), numa extensão de 20,8 km, entre Tuneiras e Cruzeiro, está em andamento o processo licitatório para pavimentação do Lote 1, com 44,3 km de extensão, do trecho entre os Municípios de Icaraíma (Porto Camargo) e Cruzeiro do Oeste, cujo prazo para apresentação de propostas é dia 18 de março.

Nos próximos dias será publicado edital para processo licitatório do Lote 2, numa extensão de 39,9 km do mesmo trecho. David Gouvêa anunciou também que entre Tuneiras do Oeste e Nova Brasília, será necessário cancelar a licitação anterior e abrir novo processo. Segundo o superintendente, o Dnit investirá mais de R$ 300 milhões na pavimentação da Boiadeira, com recursos garantidos pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Zeca Dirceu disse que esta é uma data histórica. “Todos nós sabemos quantos obstáculos enfrentamos ao longo dos anos. Agora o Governo Federal está cumprindo com todos os compromissos assumidos com a região durante as reiteradas audiências para tratar deste assunto.

Restauração

Após apresentar os técnicos do DNIT que serão responsáveis pelo acompanhamento da obra, o superintendente informou que além de toda a pavimentação será também feita restauração das etapas pavimentadas anteriormente e que já estão danificadas. Ele destacou o trecho entre Nova Brasília e o Rio Muquilão. A BR-487 liga Dourados (MS) a Ipiranga na região Central do Paraná, numa extensão total de 595 quilômetros. No Paraná a rodovia têm 470 quilômetros, entre Porto Camargo e Ipiranga. O trecho mais importante fica entre Porto Camargo (divisa com o MS) e Campo Mourão, onde há grande tráfego entre os dois Estados.

www.bemparana.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu recado.

Envie para o nosso e-mail

LOCALIZAÇÃO DE PEABIRU

E-MAIL PARA CONTATOS.

peabirunorumocerto@hotmail.com

Praça Central

Praça Central

Hino a Peabiru.

Peabiru, Peabiru, Terra amada varonil Peabiru, oh! Minha terra Pedacinho do Brasil. O amor aqui impera E o trabalho nos Conduz A um pedestal de gloria Por um caminho de luz. Liberdade no horizonte No céu um formoso azul Terras férteis. Rios, fontes És uma estrela do sul Peabiru, Peabiru, Terra amada varonil Peabiru oh! Minha terra Pedacinho do Brasil. Teu nome emoção encerra És caminho do sertão És meu berço, minha terra És a minha inspiração. Laboriosa e hospitaleira Destemida e varonil É a gente desta terra Também filhos do Brasil. Peabiru, Peabiru.....